As opiniões deste blog não representam, necessariamente, o conjunto dos pastores batistas: homens ou mulheres.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Envelhecer é ter frio ?



Sendo, pois, o rei Davi já velho e entrado em dias, cobriam-no de vestes, porém não aquecia. Então disseram-lhe os seus servos: Busquem para o rei, meu senhor, uma moça virgem, que esteja perante o rei, e tenha cuidado dele, e durma no seu seio, para que o rei, meu senhor, aqueça. 1Rs 1,1-2

Há experiências humanas inevitáveis, como morrer, por exemplo. Não nos acostumamos a pensar na morte, a não ser quando nos abate a doença ou quando participamos de seu feio espetáculo nos sepultamentos alheios. Por um breve instante, a vida nos assola na sua fragilidade e limitação, para, em seguida, nos convidar a celebrar e seguir em frente. Porque a vida em nós é mais forte do que a morte.
No interregno entre o nascer e o morrer, está nosso caminho. Nele, acumulamos saberes, bagagens emocionais boas e más, escolhas boas e más,  mas também jogamos fora ou vemos se perder outras tantas coisas boas e más.
O rei Davi envelhece despojado de algo que lhe aqueça o corpo e a alma. Triste isso! Fácil de acontecer quando caminhamos jogando fora pessoas que nos são caras, ideias e paixões que nos movimentam e alentam nosso descanso. O texto do eclesiástico ressoa: como esperamos colher na velhice o que não plantamos na juventude? Percebam que dinheiro e poder transformam-se em peles que não aquecem, incapazes de solucionar o desconforto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário