sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

48 deslumbramentos

É hoje. Não amanhã.
É urgente. Não procrastinável.
É vital. Não mórbido.
Quero o que não tenho.
Ainda.
Quero o que não posso.
Mas devia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A difícil, mas imperativa identificação

Em tempos de complexidade, parece não mais caber respostas ou perguntas simples. Mas é bom insistir para acalmar corações e mentes aflit...